Esporte

Esporte 1034

O São Paulo afastou nesta quinta-feira (15) qualquer tipo de fantasma e venceu com tranquilidade, na segunda fase da Copa do Brasil. O Tricolor bateu o CSA por 2 a 0, no Rei Pelé, em Maceió (AL), com gols de Nenê e Cueva. Valdivia fez sua estreia.

Na próxima fase, o São Paulo volta a Alagoas, desta vez, para enfrentar o CRB, que passou pelo Novo Hamburgo nos pênaltis. Os mandos de campo ainda serão sorteados pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

Mesmo fora de casa, a equipe do técnico Dorival Júnior tinha o controle da partida. Ainda assim, chegou ao gol apenas aos 3 minutos do segundo tempo, com cruzamento que atravessou toda a área e encontrou Nenê livre. Aos 16 minutos, Diego Souza sofreu pênalti do goleiro Mota e Cueva cobrou com perfeição.

Valdivia estreia

Para quem tinha a proposta de se defender, o CSA encontrou dificuldade para reverter o placar, em um gramado castigado. Sidão foi exigido, mas nada que causasse espanto. Yuri foi expulso no minuto final.

Aos 21 minutos, Dorival promoveu a estreia do meia Valdivia. O novo contratado se movimentou bastante e criou boas jogadas e levantou a torcida que pedia o seu nome desde o começo do segundo tempo. No último lance, cobrou uma falta, mas a bola ficou na barreira.

De volta ao Paulistão, o São Paulo agora se prepara para o clássico contra o Santos, no domingo (18), no Morumbi, pela 8ª rodada.

CSA 0 x 2 SÃO PAULO

CSA - Mota; Talisson, Leandro Souza, Xandão e Rafinha; Dawhan, Giva (Bruno Veiga), Yuri e Leandro Kivel (Michel Douglas); Daniel Costa e Didira (Yago). Técnico: Flávio Araújo.

SÃO PAULO - Sidão; Militão, Rodrigo Caio, Bruno Alves e Reinaldo; Jucilei, Hudson, Nenê (Valdívia) e Cueva (Shaylon); Marcos Guilherme (Caíque) e Diego Souza. Técnico: Dorival Junior.

GOLS - Nenê, aos 3, e Cueva (pênalti), aos 16 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Leandro Kivel e Mota (CSA).

CARTÃO VERMELHO - Yuri (CSA).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

ÁRBITRO - Bráulio da Silva Machado (SC).

LOCAL - Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL).

 

Fonte: R7


O 2018 de Sornoza, até o confronto contra o Salgueiro-PE, era abaixo do que o próprio meia havia demonstrado no Fluminense. Em quatro jogos, colecionou atuações sem brilho e uma expulsão.

Pois a resolução de um problema de saúde do filho Mathías, que lhe tirava o sono, e a superação em um treino para impedir a reserva mudaram o panorama. Com três assistências e um gol na partida válida pela Copa do Brasil, o equatoriano deu a volta por cima.

Insatisfeito com a produção em campo de Sornoza, Abel Braga cogitou tirá-lo do time. No jogo-treino diante do Bonsucesso, na última sexta-feira, uma prévia de como montaria a equipe na partida do Nilton Santos, escalou Robinho como titular. Mas...

- Sornoza fez um treino fantástico, ao entrar no segundo tempo, mesmo sabendo que não jogaria. Então, falei a ele que não poderia tirá-lo com a produção do treino. Aí, fui saber que o filho dele passou alguns meses com uma febre misteriosa. Agora, nesta semana, com a resolução, ele disse que voltou a dormir - contou Abelão.

Acontece que Mathías passava as noites chorando com dores de garganta. Sornoza e a esposa, preocupados, ficavam acordados e tiveram o sono afetado. Após ser constatada a necessidade de cirurgia nas amigdalas, a criança passou a ser medicada, e o quadro melhorou. O sono da família, então, voltou ao normal.

- Sei que não tive o melhor começo de ano, as coisas não aconteceram como eu esperava. Conversei com o Abel, pedi desculpas a todo o grupo. Tive um problema familiar. Agora, graças a Deus, meu filho está melhor. Está se recuperando. Agora, estou 100% focado e recuperando o meu nível - contou um aliviado equatoriano.

A volta por cima foi comemorada por todos. No vestiário do Nilton Santos, Marlon Freitas pegou um balde de gelo e jogou em Sornoza. Logo, todos os atletas vibraram com o colega.

- Aí está o grande lance: ele viu que estava fora do time no treino e teve produção fantástica. Se ele desanima, se ele não se empenha, não iria começar o jogo. Ele mostrou ser profissional, foi feliz em campo. Ele é adorado no grupo encerrou Abel.

 

Fonte: globoesporte 


Mais uma vez Dorival Júnior foi questionado sobre a diferença do São Paulo entre o primeiro e o segundo tempo em um mesmo jogo. E o treinador rebateu a pergunta reclamando da falta de tempo para trabalhar e do excesso de jogos.

A entrevista foi dada após o time tricolor derrotar o CSA por 2 a 0, no estádio Rei Pelé, em Maceió, pela segunda fase da Copa do Brasil. O resultado classificou o time para a terceira fase para enfrentar o CRB.

"Não vejo um clube no Brasil sem críticas. O imediatismo do país impressiona. Temos de trabalhar sem dar importância para isso. Um jogo como o de hoje mostra tudo isso. As dificuldades do primeiro tempo e a mudança para a segunda etapa. As críticas vão acontecer. Com dez dias de treino não existe milagre. Se tem alguém a ser criticado não são os jogadores. Estamos no caminho certo. Vamos fazer um bom Paulista e uma boa Copa do Brasil", disse Dorival, nesta quinta.

O treinador aproveitou a entrevista para reclamar também da alteração nos jogos do São Paulo. Há uma semana estava previsto que neste dia 15 de fevereiro a equipe tricolor enfrentaria o Ituano, em Itu, pelo Campeonato Paulista. Mas o duelo foi adiado para o dia 21 por causa do confronto pela Copa do Brasil.

No próximo domingo, o São Paulo jogará contra o Santos, no Morumbi, pelo Estadual, com pouco tempo para recuperação dos jogadores e para treinos.

"Não vejo nenhum time com futebol vistoso. Ao contrário. Todos com dificuldade, problemas de recuperação e com desgaste excessivo. Vamos jogar aqui e agora teremos um clássico, que foi mudado em cima. Foi feita uma correria na logística. Teria um jogo contra o Ituano, tudo preparado, e houve uma mudança drástica em tudo isso. Agora voltamos para um clássico. Perdemos um jogador importante, fundamental, que é o Rodrigo Caio [cumprirá suspensão por cartão], em razão dessa alteração. Temos de conviver e trabalhar para que esses prejuízos sejam os menores possíveis".

 

Fonte: msn


O técnico Ariel Holan msotrou um perfil explosivo, sempre aos gritos e aos gestos à beira do campo, durante os 90 minutos do empate em 1 a 1 engre Grêmio e Independiente, na quarta-feira, no Estádio Libertadores da América, pela ida da Recopa Sul-Americana. E a personalidade cítrica também ditou a tônica de sua entrevista coletiva após a partida, com críticas direcionadas à arbitragem e à "cera" feita pelo Tricolor e à arbitragem.

Em sua fala, o treinador afirmou que o árbitro equatoriano Roddy Zambrano foi conivente com a catimba adotada pelos gremistas no decorrer do jogo. Vale citar: depois do embate, Kannemann foi questionado por um jornalista argentino sobre o tema o rebateu ao pedir para elencar lances que o Grêmio praticou cera.

– Me incomoda muito que jogando como mandantes em uma partida de Copa, parecemos visitantes. Eu dizia: "Estamos no Brasil". São jogadas pequenas, mas a atitude me incomoda. Parecia a Libertadores dos anos 60. O Grêmio joga bem e não precisa fazer isso para ganhar uma partida – ressalta.

A revolta do comandante também tem a ver com a expulsão do atacante Emmanuel Gigliotti, ainda no primeiro tempo. O camisa 9 recebeu o vermelho após acertar Kannemann com uma cotovelada, em uma decisão tomada apenas após o árbitro recorrer ao recurso de vídeo para rever o lance. Em sua análise, Holan ainda afirma que o Independiente foi superior e teria saído com a vitória, não fosse a saída prematura do atleta.

– Foi uma jogada muito rápida. A 35 metros do meu banco. Eu não a vi pela televisão. Quando você enfrenta defensores como o Kannemann, é uma batalha. Tem que devolver na mesma medida. Não vi como um lance maldoso. Houve uma disputa, como no lance anterior. Tem situações de condução da partida que me aborrecem, (sobre a arbitragem). Mas me importa a partida que fez a equipe. Estou enormemente satisfeito com o que eles fizeram. Fomos melhores. A expulsão muodu o jogo. Ainda assim, até os 15 minutos do segundo tempo, fomos superiores – analisa.

Emissora argentina repercute gesto "polêmico"

Além do discurso ácido contra a arbitragem, a postura do treinador durante sua fala contra Zambrano chamou atenção da emissora de televisão argentina TycSport. Em um programa de repercussão da decisão, o canal debateu um gesto feito por Holan ao analisar a atuação da arbitragem. No vídeo (clique aqui e assista), o comandate fala de "situações" de jogo e sinaliza, esfregando os dedos, um gesto de dinheiro. Em seguida, dá sequência ao discurso.

O 1 a 1 em Avellaneda deixa o jogo aberto para o duelo da volta, na próxima quarta-feira, às 22h, na Arena. Como a Recopa não leva o critério de gol marcado fora de casa, qualquer empate leva a decisão aos pênaltis. Quem vencer fica com a taça. Antes da decisão, o Tricolor tem pela frente o Veranópolis, no sábado, às 21h30, no Antônio David Farina, pela 8ª rodada do Gauchão.

 

Fonte: globoesporte


O Grêmio empatou por 1 a 1 com o Independiente-ARG, no Estádio Libertadores da América, em Buenos Aires, pelo primeiro jogo da Recopa Sul-Americana. Os gols da partida foram marcados por Luan e Cortez (contra). O jogo também foi marcado pela utilização do árbitro de vídeo, em lance que resultou na expulsão de Gigliotti após cotovelada em Kannemann.

O jogo começou com pressão dos argentinos, mas quem chegou ao gol primeiro foi o Grêmio. Aos 21 minutos, Luan se aproveitou de bobeira da zaga e tocou na saída do goleiro Campaña para abrir o placar.

Cinco minutos depois, em disputa de bola de Kannemann e Gigliotti, o atleta do Independiente deu cotovelada no zagueiro do Imortal. Após pedido pelo arbitragem de vídeo, o árbitro deu o cartão vermelho para o atacante argentino.

Aos 32, mesmo com um a menos, o Rey de Copas conseguiu o empate graças a um atleta gremista. Garibor cobrou falta fechada e Bruno Cortez, lateral do Tricolor, mandou contra a própria meta. 1 a 1 no placar em Buenos Aires.

Apesar da vantagem numérica do Grêmio, a segunda etapa foi igualmente disputada, com boas chances para os dois lados e o time gaúcho ligeiramente superior.

Polêmica no fim

Aos 48 minutos do segundo tempo, no último lance do jogo, Léo Moura arrancava em contra-ataque gremista. O experiente jogador teve a camisa puxada e foi desarmado, mas o árbitro mandou o lance seguir e encerrou a partida. 

A decisão da Recopa Sul-Americana, em Porto Alegre, acontece na próxima quarta-feira, na Arena do Grêmio. O Tricolor precisa de uma vitória simples para conquistar o título no tempo normal. Qualquer empate leva o jogo à prorrogação.

Ficha técnica:

INDEPENDIENTE 1 X 1 GRÊMIO

INDEPENDIENTE - Campaña; Bustos (Figal), Alan Franco, Amorebieta e Gastón Silva; Gaibor (Jonás Gutiérrez), Domingo, Meza e Martín Benítez (Leandro Fernández); Menéndez e Gigliotti. Técnico: Ariel Holan.

GRÊMIO - Marcelo Grohe; Leonardo Moura, Pedro Geromel, Kannemann e Cortez; Jaílson, Maicon, Lima (Alisson), Luan e Everton (Maicosuel); Cícero (Jael). Técnico: Renato Gaúcho.

GOLS - Luan, aos 21, e Cortez (contra), aos 32 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Roddy Zambrano Olmedo (Fifa/Equador).

CARTÕES AMARELOS - Domingo, Leandro Fernández, Amorebieta (Independiente); Leonardo Moura, Pedro Geromel, Alisson (Grêmio).

CARTÃO VERMELHO - Gigliotti (Independiente).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Libertadores de América, em Avellaneda (Argentina).

 

Fonte: R7


A derrota do PSG para o Real Madrid na última quarta-feira pela Champions League deixou membros do time enfurecidos. Foi o caso do volante Adrien Rabiot, que desabafou na saída do Santiago Bernabéu logo após o resultado negativo de 3 a 1.

Ao microfone da BeIN Sports, o atleta francês afirmou que sua equipe fez a partida que precisava fazer, mas desperdiçou as oportunidades que teve, enquanto o Real Madrid aproveitou as poucas chances que criou.

“É muito irritante. Estou muito desapontado. É fácil fazer oito no Dijon, mas você tem que ser decisivo nestes jogos”, disparou, expondo a facilidade do clube nos campeonatos nacionais.

Sobre as chances do PSG reverter o placar no jogo de volta, Rabiot não se mostrou muito animado: “Quando se permite uma vantagem dessas, fica complicado. Mas somos competidores e vamos lutar até o final”, completou.

 

Fonte: msn


 

A imprensa peruana noticiou, nesta quarta-feira, uma notícia que preocupou o futebol do país. O apresentador Eddie Fleischman, do canal Latina Deportes, informou que a Agência Mundial Antidoping (WADA) planeja apelar na Corte Arbitral do Esporte (CAS) contra a redução da pena do jogador. A informação foi confirmada pelo GloboEsporte.com.

Guerrero foi suspenso inicialmente pela Fifa por um ano. No entanto, sua defesa recorreu ao tribunal de apelação da entidade, que diminuiu sua sanção para seis meses. Com isso, o atacante ficou apto para disputar, em junho, a Copa do Mundo. No entanto, a Wada busca revogar a decisão. A suspensão vale a partir de novembro de 2017.

Na equipe de advogados brasileiros que defende Guerrero, a tentativa da Wada não muda os ânimos. A tentativa da Agência Antidoping correrá em conjunto no CAS com o processo que busca absolvição do atleta.

- Continuamos confiantes na absolvição - disse Bichara Neto.

Mesmo após a redução para seis meses, a defesa de Paolo Guerrero deixou claro que iria levar o caso ao CAS para buscar a absolvição completa. Os advogados ainda aguardam a definição de uma data para o caso ser julgado na corte. A expectativa era para esse mês.

Lembre o caso:

Guerrero testou positivo para benzoilecgonina, principal metabólito da cocaína, em exame antidoping realizado após o jogo entre Peru e Argentina, no dia 5 de outubro do ano passado. A partida era válida pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.

Segundo a defesa, o metabólito benzoilecgonina - presente na cocaína e encontrado na urina do centroavante do Flamengo - é proveniente da folha de coca utilizada para chá consumido em diversos países da América do Sul. Os advogados apontaram contaminação em um outro tipo de chá ingerido pelo jogador.

 

Fonte: globoesporte

 


PSG e Real Madrid fazem o confronto mais aguardado das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa começa nesta quarta-feira, às 17h45 (de Brasília), no estádio Santiago Bernabéu, em Madri.

É a primeira disputa direta pelo torneio entre dois candidatos ao título de melhor jogador do mundo.

O português Cristiano Ronaldo e o Real Madrid encaram Neymar e o PSG. A partida de volta, na França, será somente em 6 de março.

Real Madrid modelo do PSG

O clube espanhol, dono de 12 títulos da competição, e o atacante português, eleito cinco vezes o melhor jogador do mundo, são os modelos de sucesso que inspiram o Paris Saint-Germain.

O time francês investiu pesado para conquistar a Liga dos Campeões pela primeira vez e apostou em Neymar como o responsável para concretizar o projeto. Contratação mais cara da história do futebol, o brasileiro aceitou o desafio de jogar na França por entender que, caso tenha sucesso, ficará mais perto de conquistar o prêmio de melhor do mundo, ganho cinco vezes pelo argentino Lionel Messi, antigo companheiro de Barcelona, e outras cinco por Cristiano Ronaldo.

Neymar em busca de prêmio

O encontro com o Real Madrid é fundamental para as ambições particulares de Neymar de ser premiado pela Fifa. Se conseguir levar o Paris Saint-Germain adiante, terá eliminado da disputa da competição um dos mais fortes concorrentes e ganhador em quatro das últimas cinco edições.

"Neymar é uma pessoa que controla muito bem as emoções e sempre responde bem em campo. É uma pessoa muito boa, tem familiares e amigos perto, que o ajudam a crescer cada dia. Ele veio ao clube para nos ajudar a conseguir coisas grandes e este é o momento", resumiu o zagueiro Marquinhos, do Paris Saint-Germain, em entrevista coletiva nesta terça-feira (13).

Será o primeiro encontro de Cristiano Ronaldo com Neymar no papel de protagonista. O brasileiro aceitou sair do Barcelona para não ficar mais à sombra de Messi e Luis Suárez e encara a primeira grande decisão depois de assumir esse status. A atuação dele será importante para o Paris Saint-Germain não passar pelo vexame vivido no ano passado diante de outro espanhol, o Barcelona, dentro desta mesma fase da competição.

Na ocasião, os franceses ganharam em casa por 4 a 0 e sucumbiram na partida de volta no histórico 6 a 1. Desta vez, a vantagem de ter o segundo jogo em casa é dos parisienses. Segundo o técnico do time, o espanhol Unai Emery, o vexame foi responsável por deixar a equipe mais forte. "A nossa preparação começou a partir daquele jogo. Estamos mais preparados agora", disse.

 

Fonte: R7


Não é segredo para ninguém que a seleção argentina deposita em Lionel Messi suas esperanças de fazer bonito na Copa do Mundo da Rússia. Por isso mesmo, não surpreende que os argentinos estejam pedindo para que o craque jogue o menos possível pelo Barcelona.

O presidente da AFA (Associação de Futebol Argentina), Claudio Tapia, disse, em entrevista à TyC Sports, que pediu para Messi se preservar, e jogar apenas as partidas em que realmente é importante sua presença.

“Com Messi pedimos para que se cuide e para que jogue um pouco menos. E se são partidas que não merecem que esteja presente, cuidar-se um pouco mais. Isso seria bom”, disse Tapia.

Na atual temporada, Messi já vestiu a camisa do Barcelona em 36 jogos. Antes da Copa de 2014, quando levou a Argentina até a final, o camisa 10 disputou um total de 46 jogos na temporada.

 

Fonte: msn


Não é só no setor de ataque que o Corinthians tem buscado reforços. De acordo com o treinador Fábio Carille, o clube está de olho em vários setores, entre eles o de meio-campo. O comandante alvinegro afirmou que o volante Ralf, que jogou pela equipe entre 2010 e 2015, é alvo do Timão.

Com 33 anos, Ralf deixou o Beijing Guoan, da China, no fim do ano passado e está sendo analisado pela comissão técnica. "Eu não indiquei, mas o clube veio me perguntar sobre o jogador e a gente está discutindo sobre isso. É um jogador experiente e teremos competições difíceis que vamos enfrentar. Sei que preciso encorpar meu time e esse é um nome que começou a ser falado. Vamos ver o que vai acontecer", disse o treinador.

Ralf teve uma passagem marcante pelo Corinthians entre 2009 e 2015. Dentre outros feitos, conquistou uma Libertadores, um Mundial e dois Brasileiros.

Outras mudanças no elenco são as possíveis saídas de Maycon e Marquinhos Gabriel. Maycon tem conversas bem adiantadas com o Shakhtar Donetsk e espera apenas que o clube ucraniano formalize a proposta verbal feita recentemente.

Quanto a Marquinhos Gabriel, o jogador está nos planos do Santos, mas garante que não chegou proposta oficial. Caso algo seja formalizado, espera que tudo seja resolvido rapidamente. "Enquanto houver especulações, não posso falar nada. Se tiver algo concreto, vamos sentar para conversar e ver se for bom para mim e para o clube. O Corinthians detém meus direitos, estou feliz aqui e bem. O quanto mais rápido (for definido), melhor. Se chegar algo concreto, que seja rápido e bom para todos os lados", comentou o jogador.

Neste sábado, apenas os atletas que não enfrentaram o Santo André vão treinar. No domingo, todo o elenco está de folga.

 

Fonte: R7


Página 1 de 74

Commentários

Share on Myspace

Compartilhar

COMPARTILHAR

Previsão do Tempo em Mauriti-CE

JC Atacarejo em Mauriti-CE - (88) 3-552-1364

  • 07.jpg
  • 08.jpg
  • atacado.png
  • jc.png
  • marcio.jpg
  • moto2.jpg
  • parceiros2017.gif
  • real2.jpg